Namíbia – a natureza despida se mostra bela e cruel


Parque Nacional de Sossusvlei

O temido deserto da Namíbia, alvo de admiração, desejo e medo de viajantes há séculos, é um símbolo de beleza e força da seca natureza namibiana. Habitada por povos tribais como os Bushmen, Damara e Nama desde tempos remotos, os primeiros colonos europeus que aportaram na região no final do século XV nomearam as dunas situadas ao norte de Walvis Bay de “areias do diabo”; nome que provavelmente tem suas raízes nas turbulências térmicas e berg winds – ventos súbitos e quentes que vem do deserto e, de tão secos, fazem as pessoas sangrarem pelo nariz e verem miragens, além de alterarem a propagação de ondas de rádio – que demonstram o poder da natureza. Para o viajante que chega no país de navio, as águas da Costa dos Esqueletos, uma das mais famosas áreas de naufrágio do mundo, o aguarda.

Namibia (Namib, Africa) from Peter Schurte on Vimeo.

Por que então este lugar encanta tantos turistas e é objeto de desejo de aficcionados por turismo exótico, de aventura e contato com a natureza? Justamente o patrimônio natural incrível que reside nos mais de 800 mil quilômetros quadrados do país, em sua maioria desértica, com diferenças e variações climáticas e de diversas paisagens. O Deserto da Namíbia, considerado como o mais antigo do mundo, tem paisagens impressionantes que variam de planícies de cascalhos e rocha a verdadeiros mares de areia com dunas gigantescas (chegam a 350 metros). A visão que se tem num sobrevoo pelas dunas de Sossusvlei é encantadora pela cor avermelhada e pela quantidade de diferentes matizes que são produzidos conforme a posição do sol. Este ambiente único na África hospeda uma grande variedade de plantas e animais de espécies endêmicas adaptados à sobrevivência no deserto.

Povo Himba – Foto: stock.xchng

Desde a independência do país, o mote do governo é “Uma Namíbia, uma nação”. De fato, apesar da grande diversidade étnica da Namíbia, há um grande sentimento de solidariedade e união entre os namibianos. São onze grupos nacionais com suas próprias histórias, línguas e culturas. É possível ver ainda, principalmente nas zonas rurais, o estilo de vida tradicional das comunidades tribais. No total, são 2 milhões de habitantes e mais da metade deles (os Ovambos, Kavangos, Himbas e Caprivianos) mora em zonas rurais ao norte. Na região central do país vive cerca de 30% dos namibianos, principalmente os Herero, os Damara e a maior parte da população branca, a maioria na cidade de Windohoek e nas cidades de Keetmanshoop e Luederitz.

Namibia from Michael Battcock on Vimeo.

A Namíbia faz parte do berço da espécie humana, contando com o registro mais antigo de evidências de animais domésticos do mundo, além de tribos que descendem daquelas que são reconhecidas como os primeiros agrupamentos humanos da história. É lá onde se encontra o maior parque de preservação da Àfrica, o Namib-Skeleton Coast National Park, criado em 2010. O visitante poderá experenciar um sentimento de estar interligado à natureza de uma maneira única, sentindo a mais crua e pura relação como espécie que partilha do ambiente natural junto com todas as outras.

Namibia from Tom Gemeinholzer on Vimeo.

Caso tenha se interessado, dê uma olhadinha nos roteiros para Namíbia e conheça este lugar maravilhoso que vai te levar de volta às raízes da natureza.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s